Jamelão e o Dia da Consciência Negra no Vozes do Brasil

O Vozes do Brasil desse final de semana comemora o Dia da Consciência Negra ao ritmo do samba-canção do saudoso mestre Jamelão, puxador de samba-enredo da Estação Primeira de Mangueira. Aliás, o sambista carioca detestava esse termo! Preferia ser chamado de “intérprete de samba-enredo”. O programa vai ar neste sábado e domingo, sempre às 19h, na Universitária FM.


O samba é a principal forma de música de raízes africanas surgida no Brasil, lá pelo século 19. A palavra samba definia diferentes tipos de música introduzidos pelos escravos africanos, desde o Maranhão até São Paulo. O samba carioca provavelmente recebeu muita influência de ritmos da Bahia, com a transferência de grande quantidade de escravos para as plantações de café no Rio.

Pra homenagear a data comemorada nesse final de semana, nenhum outro ritmo poderia casar tão bem. E para representá-lo no Vozes do Brasil, ninguém mais apaixonado por esse gênero que o grande sambista Jamelão, que eternizou seu sentimento pelo ritmo em diversas de suas canções.

Jamelão conheceu ainda na infância os primeiros componentes da Mangueira, e integrou a bateria da escola tocando tamborim. Logo aprendeu cavaquinho e passou a cantar em gafieiras. Já nos anos 50, começou a atuar como intérprete de samba-enredo para a Mangueira, atividade que praticou até o fim de sua vida, tornando-se uma referência obrigatória no gênero. É o maior intérprete dos sambas-canções doloridos de Lupicínio Rodrigues, como "Esses Moços", "Ela Disse-me Assim" e "Exemplo", canções que você confere aqui, no Vozes do Brasil.

SERVIÇO:

O QUÊ: Programa Vozes do Brasil

ONDE: Universitária FM | 88,9MHz
QUANDO: Sábado (19/11) e Domingo (20/11), sempre às 19h
CONTATO: universitariafm88.9@gmail.com
TWITTER: @fmuniversitaria
FACEBOOK: facebook.com/fmuniversitaria
OUÇA NA WEB: Clique aqui!

This entry was posted on 16 de nov de 2011 and is filed under . You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0. You can leave a response.

Leave a Reply