Belchior é o homenageado dessa semana no Vozes do Brasil

O Vozes do Brasil desse final semana homenageia um dos primeiros representantes da MPB do nordeste, o cantor e compositor cearense Belchior. O programa vai ao ar sábado e domingo, sempre às 19h, aqui na Universitária FM.


Nascido em 26 de Outubro de 1946, em Sobral (CE), Belchior passou a infância cercado de influências musicais: o pai tocava flauta e saxofone e a mãe cantava em coro de igreja. Ainda criança recebeu influência dos cantores de rádio Ângela Maria, Cauby Peixoto e Nora Ney.

Mas sua carreira mesmo começou entre 1965 e 1970, se apresentando em festivais de música pelo nordeste. Em 72, quando a canção “Mucuripe” virou sucesso na voz de Elis Regina, foi que o país descobriu que a música era de autoria de Fagner com Belchior e a partir daí foi que nossa Voz do Brasil começou a obter reconhecimento nacional.

Ao todo, são 37 anos de carreira, cerca de 50 discos lançados e uma intensa agenda de shows. Como intérprete, Belchior não gravou apenas composições próprias, mas também alheias, como "Romaria", de Renato Teixeira, e o disco "Vício Elegante", no qual cantou apenas sucessos de outros compositores.

Como compositor, teve várias de suas músicas gravadas por outros intérpretes, especialmente Elis Regina, que registrou as músicas "Apenas Um Rapaz Latino-Americano", "Como Nossos Pais", "Velha Roupa Colorida" e "Mucuripe". Os Engenheiros do Hawaii gravaram "Alucinação". Wanderléa gravou "Paralelas" e Jair Rodrigues “Galos, Noites e Quintais”. Além desses, Erasmo Carlos, Ney Matogrosso e as novas gerações, como Los Hermanos, também gravaram suas composições. 

This entry was posted on 27 de out de 2011 and is filed under . You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0. You can leave a response.

Leave a Reply